Tratamento de Água e Efluentes para Frigorífico

Compartilhe
banner

O USO DA ÁGUA EM FRIGORÍFICOS

O USO DA ÁGUA EM FRIGORÍFICOS

Atualmente, o Brasil produz cerca de 10 milhões de toneladas de carne bovina, sendo que em torno de 20% são negociadas para exportação, que cresceu cerca de 135% na última década (ABIEC, 2019).

Na avicultura, são exportadas quase 4 milhões de toneladas de carne de frango por ano para mais de 150 mercados. Nas granjas brasileiras, a excelência tecnológica em genética, manejo e ambiência garantiram saltos produtivos que colocaram o país como terceiro maior produtor mundial, com mais de 12 milhões de toneladas anuais de carne de frango. A avicultura reúne mais de 3,5 milhões de trabalhadores, com cerca de 350 mil deles trabalhando diretamente nas plantas frigoríficas e mais de 130 mil famílias proprietárias de pequenos aviários, que trabalham no campo (ABPA, 2019).

Os abatedouros de carne bovina, suína e de aves utilizam quantidades consideráveis de água ao longo de seus processos produtivos. Este efluente possui caracteristicamente grandes quantidades de sólidos em suspensão e uma DBO (Demanda Bioquímica de Oxigênio) alta, o que torna necessário cuidados especiais nas estações de tratamento de efluentes dos mesmos.

OS COAGULANTES MATRYX NOS FRIGORÍFICOS

Os coagulantes são utilizados nas estações no tratamento primário e biológico. A Matryx trabalha com produtos específicos para o setor de frigoríficos, oriundos das linhas de coagulantes orgânicos e de coagulantes especiais.

  • Coagulantes especiais que atuam bem na remoção de turbidez oriunda dos processos produtivos dos frigoríficos em geral: Ecofloc MTS, Ecofloc PC 300, entre outros;
  • Auxiliares na remoção de sulfetos: Ecofloc 8080, Ecofloc TFS, entre outros;
  • Produtos que auxiliam na remoção das gorduras presentes nos efluentes: Ecofloc DP, linha de coagulantes orgânicos;
  • Coagulantes que podem ser utilizados também no tratamento secundário auxiliando na melhor formação dos flocos: linha de coagulantes orgânicos;
  • Produtos que auxiliam na formação de um floco grande e ao mesmo tempo leve, ideal para flotadores: Ecofloc DP, Ecofloc PC 300, Ecofloc SD 100, entre outros;
  • Produtos que não requerem tanta alcalinidade: Polifloc 18, Ecofloc DP X, entre outros;
  • Produtos isentos de ferro: Polifloc IF, Polifloc 18, entre outros.
  • Produtos que geram menor concentração de alumínio no efluente tratado: Ecofloc 800, Ecofloc DP, entre outros.

 

OS FLOCULANTES MATRYX NOS FRIGORÍFICOS

OS FLOCULANTES MATRYX NOS FRIGORÍFICOS

Os floculantes podem ser utilizados nas estações de tratamento de efluentes, no tratamento primário atuando nos tanques de floculação, assim como auxiliares no tratamento biológico em alguns casos. Por fim, atuam também no deságue e adensamento do lodo. A Matryx possui uma extensa linha de floculantes, com os mais variados tipos de carga e pesos moleculares, trazendo ao Brasil a tecnologia Kemira.

  • Floculantes aniônicos em pó (carga baixa, média e alta) e emulsão. São aplicados no tratamento primário como agentes de floculação. A escolha do melhor floculante vai depender da quantidade de carga que o efluente possui: CHEMIFLOC 3000 - X;
  • Floculantes catiônicos em pó (carga baixa, média e alta) e emulsão. São aplicados para o deságue e adensamento do lodo em centrífugas, filtros prensa, etc., também, podem ser utilizados como auxiliares no tratamento biológico: CHEMIFLOC 000 – X;
  • Floculantes adequados para a geração de flocos grandes e leves, mesmo utilizando baixas dosagens, ideal para boa eficiência nos flotadores;
  • Produtos adequados para formar um floco resistente, importante no uso de centrífugas;
  • Os floculantes Matryx auxiliam na clarificação do efluente, atuando na remoção da turbidez juntamente com o coagulante.

OS ANTIESPUMANTES MATRYX NOS FRIGORÍFICOS

Os antiespumantes Matryx podem ser utilizados nos equalizadores, tanques pulmão, lagoas biológicas, no ponto de lançamento do efluente ou em qualquer etapa em que exista a formação de espuma. A linha de antiespumantes da Matryx conta com produtos variados para espumas leves até as mais severas.

  • Antiespumante a base de silicone para espumas medianas, com ótima eficiência inicial e final: DPE 510, DF 63, entre outros;
  • Antiespumante a base de silicone para espumas mais severas e persistentes, com ótima eficiência inicial e final: Defoman EBS, DPE 510 EBS, entre outros;
  • Antiespumante a base de água, para locais onde seja necessário a diminuição de resíduos gerados pela eliminação da espuma, destaque para a capacidade de evitar que nova espuma se forme: DF MPA, entre outros.
  • Antiespumante a base óleo para espumas que se formam em grande quantidade e rapidamente, com ótima eficiência inicial e final: DPE 510 O.

 

OS NUTRIENTES MATRYX NOS FRIGORÍFICOS

Os nutrientes podem ser utilizados no tratamento biológico, diretamente nas lagoas. São produtos biodegradáveis, não tóxicos e de fácil manipulação.

  • Substratos que fornecem nutrientes básicos para manter o tratamento biológico saudável. Desta forma, é possível aumentar a eficiência do tratamento como um todo: BIOTRAT, MX PK 100, entre outros;
  • Microrganismos especiais que ajudam a manter e a aumentar as colônias do tratamento biológico de forma equilibrada: BIOTOP;
  • Nutriente que favorece o desenvolvimento das colônias de microrganismos já existentes no sistema: BIOSYSTEM;
  • Levando-se em conta que os microrganismos se alimentam primeiramente dos nutrientes mais simples, o BIOTRAT FTS quebra as moléculas de gordura para facilitar a ação dos microrganismos;
  • De mesmo modo, o produto BIOTRAR STP quebra as moléculas de proteínas em moléculas menores para facilitar a ação dos microrganismos.
3

OS CARVÕES ATIVADOS MATRYX NOS FRIGORÍFICOS

Os carvões ativados podem ser utilizados no tratamento primário ou então, no tratamento secundário.

Carvão Ativado em Pó Umectado

  • Atuam na remoção de cor e de odor dos efluentes;
  • Atuam eliminando substâncias tóxicas de difícil remoção através de outros produtos químicos;
  • Atuam polindo a água tratada, devido ao fato de atingirem também partículas pequenas que agregam turbidez à água;
  • Apresenta excelente desempenho nos tratamentos biológicos atuando como meio suporte ao crescimento dos microrganismos.